quarta-feira, 13 de julho de 2011

Profissionais de finanças de SP estão entre os mais bem pagos do mundo

CFOs que atuam no Brasil recebem salário médio de 272 mil dólares - maior que a média de Paris, Shangai e Madri

A combinação de efervescência econômica com real valorizado alçou os salários de muitos executivos brasileiros às alturas. De acordo com estudo recente da consultoria Robert Walters, a remuneração média para alguns cargos no departamento financeiro das companhias em operação no Brasil já supera os pacotes oferecidos nos Estados Unidos e na Europa.

Exemplo disso é a carreira de chefe de tesouraria. Em São Paulo, um profissional que atua nesse cargo deve receber, em média, um salário anual de 170 mil dólares até o fim do ano. Em Nova York, ele receberia, em média, 103 mil dólares e em Londres, 150 mil dólares.


Para o cargo de CFO, o pacote de remuneração é superior aos oferecidos em Paris e Xangai, respectivamente. Aqui, um profissional nesse cargo recebe, em média, 272 mil dólares contra 222 mil dólares para quem trabalha na China.


Veja a comparação salarial feita pela Robert Walters para pacotes de remuneração anuais:
Cargo Londres NY SP Paris Xangai Madri
CFO US$ 327 mil US$ 305 mil US$ 272 mil US$ 227 mil US$ 222 mil US$ 149 mil
Chefe de Controlling US$ 204 mil US$ 245 mil US$ 188 mil US$ 162 mil US$ 154 mil US$ 130 mil
Controller US$ 130 mil US$ 118 mil US$ 113 mil US$ 95 mil US$ 115 mil US$ 74 mil
Chefe de Tesouraria US$ 151 mil US$ 103 mil US$ 170 mil US$ 134 mil US$ 123 mil -    

Quando o objetivo é conquistar os melhores profissionais, a valorização do real dá vantagem para as empresas brasileiras. Segundo a consultoria, as estrangeiras tem dificuldades para acompanhar o ritmo da inflação de salários no setor. Em média, um executivo brasileiro só aceita uma nova proposta de emprego se receber um aumento salarial de 50%, de acordo com os especialistas.

Mas eles não são os únicos com as contas bancárias mais robustas do que a de executivos em outras partes do mundo. O déficit de profissionais qualificados no mercado brasileiro também contribuiu para colocar o setor de Recursos Humanos em um estado de ebulição dentro das empresas.


Para se ter uma ideia, a remuneração de um diretor de RH no Brasil varia de 240 mil a R$ 455 mil reais por ano. Em Londres, em média, profissionais na mesma função recebem 363 mil reais. Já em Xangai, o salário é de 280 mil reais.
Veja a tabela com a previsão salarial anual da Robert Walters para profissionais do setor financeiro no Brasil em 2011:
Função 4 a 8 anos de experiência 9 a 12 anos de experiência Acima de 12 anos de experiência
CFO   R$ 335 - 465 mil R$ 400 - 530 mil
Diretor Financeiro e Administrativo   R$ 200 - 295 mil R$ 250 - 360 mil
Chefe de Controlling R$ 160 - 220 mil R$ 200 - 290 mil R$ 250 - 360 mil
Business Controller R$ 105 - 130 mil R$ 120 - 175 mil R$ 145 -220 mil
Gerente de Custos R$ 95 -120 mil R$ 105 - 145 mil R$ 135 - 185 mil
Gerente de FP&A R$ 105 -160 mil R$ 135 - 200 mil R$ 190 - 280 mil
Chefe de Tesouraria R$ 160 - 210 mil R$ 185 - 250 mil R$ 240 - 310 mil
Gerente de Contabilidade R$ 95 - 135 mil R$ 120 - 180 mil R$ 140 - 220 mil
Gerente de Projetos e Infraestrutura Financeira R$ 120 - 170 mil R$ 140 - 200 mil R$ 170 - 270 mil
Auditor interno R$ 80 - 120 mil R$ 90 - 145 mil R$ 130 - 200 mil
Controller interno R$ 80 - 130 mil R$ 110 - 150 mil R$ 135 - 210 mil


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens Recentes: