sexta-feira, 29 de abril de 2011

CVM recebe R$ 1,720 milhão para acabar com diversos processos

São Paulo - A Comissão de Valores Mobiliários (CVM), em reunião do Colegiado realizada em 22/03/11, aprovou as propostas feitas por vários acusados em processos administrativos. Se somadas, as multas divulgadas ontem chegam a R$ 1,720 milhão, com envolvimento de empresas como o Itaú Unibanco, Safra e Sadia.

Mas o maior prejuízo ficou com a empresa de auditoria KPMG. A própria auditoria, além de seus executivos Ricardo Anhesini Souza e Silbert Christo Sasdelli Júnior, apresentou proposta conjunta de pagamento à CVM em valores que somam R$ 1 milhão. A KPMG estava sendo investigada pela auditoria que fez em alguns fundos administrados pelo Banco Cruzeiro do Sul.

Luiz Fernando Furlan e Welson Teixeira Júnior, que eram presidente do conselho de administração e diretor de Relações com Investidores da Sadia, tiveram de pagar R$ 200 mil cada um para extinguir processo por não ter observado o sigilo da informação que criou a BR Foods. Teixeira Júnior foi acusado de não ter agido para desmentir as informações.

Os bancos Itaú e Banif também foram punidos, por conta de um contrato que celebraram com um agente autônomo de investimentos, a BI Agentes de Investimento Ltda. Cada banco teve de pagar R$ 50 mil para extinguir o processo. Foram punidos também os diretores Luiz Eduardo Zago, do Itaú, e Paulo César Rodrigues Pinho da Silva, do Banif.

Já o banco J. Safra e seu diretor, Carlos Alberto Torres de Melo Júnior, tiveram de pagar em conjunto R$ 220 mil para acabar com um processo por falta de informações aos cotistas de um fundo de investimento incorporado pelo banco. Além das multas, o J. Safra comprometeu-se a corrigir os problemas e permitir que os investidores saquem seus recursos deste fundo sem ter de pagar qualquer taxa de saída ao gestor da aplicação.

Fonte: DCI
Temos como intuito postar notícias relevantes que foram divulgadas pela mídia e são de interesse do curso abordado neste blog. E por isso esta matéria foi retirada na íntegra da fonte acima citada, portanto, pertencem a ela todos os créditos autorais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens Recentes: